Brazil

Cabelereiro é atacado com facadas e pedradas em casa em Salvador; família crê em ataque homofóbico

O cabeleireiro Rauan Pereira dos Santos, 29 anos, foi esfaqueado e apedrejado na madrugada da última terça-feira (20) dentro da própria casa na Vila Rui Barbosa, na Cidade Baixa. A vítima teve os dois pulmões perfurados e está internada em estado grave no Hospital Geral do Estado (HGE). Familiares e amigos acreditam que a homofobia motivou o crime, entretanto, a Polícia Civil aponta, em nota, que a investigação não indica esta motivação.

Segundo um dos melhores amigos de Rauan, Ronan Nascimento, dois homens tinham ido à casa do cabeleireiro antes do crime, por isso, ambos são suspeitos no caso. Segundo o amigo, acredita-se que os três tiveram relações sexuais, o que teria motivado a agressão.

“Rauan contou para um amigo que ia receber uma pessoa que ele já conhecia e outro homem em casa. Na casa, foram encontradas camisinhas usadas e, por isso, acredito que ocorreu a relação e os dois homens ficaram com raiva deles mesmos e atacaram meu amigo”, comentou Ronan sobre a possível motivação do crime. 

Agredida com facadas e pedradas, a vítima teve o rosto desfigurado, osso quebrados,  crânio cortado e traumatismo craniano, contou Ronan. “O estado dele é grave. Ele está no HGE desde que foi encontrado e já passou por uma reconstrução craniana. Ele está sedado”, relatou Ronan. 

A agressividade do ataque reforça a tese da motivação homofóbica do crime. “Não se sabe ao certo o que aconteceu, mas existia uma raiva por algum motivo. Ele era uma pessoa do bem, por isso, fica óbvio que é um caso de homofobia”, disse o amigo do cabeleireiro.

Além de atacarem o cabeleireiro, os dois homens também roubaram um celular, dinheiro e a moto da vítima.

A vítima foi encontrada agonizando na sala de casa por um vizinho que escutou os gritos vindos do imóvel. Como um dos homens que supostamente cometeu o crime era conhecido de Rauan, os amigos e a família acreditam que o ataque foi premeditado.

Segundo a Polícia Civil, o caso é investigado pela 3ª DT/Bonfim, que apura a tentativa de latrocínio. "O titular da unidade já solicitou as imagens de câmeras de segurança que serão analisadas, além de ter coletado depoimentos de testemunhas. A perícia já foi realizada e o delegado aguarda os laudos. Os suspeitos ainda não foram identificados", informou a corporação.

Nesta sexta (23), a Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social da Bahia (SJDHDS) divulgou uma nota repudiando a agressão sofrida por Rauan. “As autoridades policiais estão investigando o caso, mas a família acredita que o crime seja de homofobia”, pontuou a pasta.

“A Coordenação LGBT da Superintendência de Direitos Humanos da SJDHDS tomou conhecimento do caso na quinta-feira (22), estabelecendo contato com a família por meia da irmã da vítima. A secretaria está acompanhando a família e colocou a equipe à disposição para dar auxílio neste momento", informou.

Ainda segundo a nota, a pasta está em contato com a Superintendência de Prevenção à Violência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) e com o gabinete do Delegado Geral para acompanhar o caso, além de ter mantido contato com a 3ª Delegacia do Bonfim, onde o caso é investigado

A secretaria ainda reafirmou o compromisso do Governo do Estado com uma Bahia livre de preconceitos e violência de gênero ou orientação sexual. A pasta manifestou o desejo que o jovem se recupere e possa voltar ao convívio familiar o quanto antes.

“Em pleno século XXI, alguns indivíduos ainda buscam orientar suas ações com atitudes atrasadas e movidas à violência. É importante ressaltar que desde junho de 2019, por decisão do Supremo Tribunal Federal, homofobia e transfobia são considerados crimes. Os ministros do Supremo determinaram que a conduta passe a ser punida pela Lei de Racismo, que hoje prevê crimes de discriminação ou preconceito”, pontuou.

Football news:

The stadium is where I am-a YouTube show where the legends of Liverpool and Arsenal taught children to do football tricks
Jovic has recovered from the coronavirus and can play against Sevilla on Saturday
Paredes on Messi at PSG: I Hope so. Welcome Leo with open arms
Trent on the best match of his career: 3-0 with Manchester City in the Champions League. In these games, you can't even communicate with your partners
Pele wrote an appeal to Maradona: I love you, Diego. We have been compared all our lives, but you are incomparable
Until the 65th minute, Manchester United were very good. And then Tuchel used a favorite technique of Solskjaer (DSLR) against him
I would sell Messi in the summer. Economically, it was desirable. Acting President of Barca Tusquets on the crisis