Brazil

Cantora gospel já havia registrado 4 BOs contra o marido

Publicado em 26 Nov, 2020 às 10h39

Após vídeo em que é agredida pelo marido viralizar, cantora gospel relata que sofre todo tipo de violência há bastante tempo: "O próximo vídeo poderia ser meu óbito. É um misto de vergonha porque você não quer acreditar que está passando por aquilo". Nas redes, Quesia dava a impressão de que vivia a vida perfeita

Quesia e Bruno

“É um misto de vergonha porque você não quer acreditar que está passando por aquilo, com aquela gravidade. Mas uma hora você vê que está piorando e não quer aceitar. Você quer falar, mas ainda tem medo da pessoa te matar. Só que hoje estou começando a entender que não preciso do perdão dele”, conta a cantora gospel Quesia Freitas Feital, vítima de agressões do marido Bruno Feital.

No último sábado (21), vídeo do marido agredindo a cantora no shopping no Recreio do Bandeirantes, na Zona Oeste do Rio, viralizou, mas, segundo a vítima, aquela não foi a primeira vez. Quesia relata que desde o dia seguinte ao casamento já sofria violência.

Os dois se conheceram há um ano e meio e casaram após um mês de namoro. Ela conta que o marido dizia estar “possesso por um demônio” quando a agredia e que buscava tratamento espiritual. Mas a violência não cessou.

O vídeo viralizou após o irmão de Quesia, o também cantor gospel Juninho Black, publicar as imagens nas redes sociais. Os seguranças do shopping chamaram a Polícia Militar, que conduziram a vítima até a 42ªDP (Recreio), onde ela registrou uma ocorrência contra o marido e solicitou uma medida protetiva. Bruno está foragido.

Quesia já havia prestado outras quatro queixas contra o marido por violência doméstica. Em uma delas, de outubro de 2019, a cantora já havia entrado com um pedido de medida protetiva. O marido tinha que permanecer por cerca de 400 metros distante da mulher. Após alguns meses de separação, este ano, o casal voltou a ficar junto.

A cantora conta que o marido pediu perdão, mas que, logo, as agressões voltaram a acontecer, até uma delas ser registrada publicamente, no shopping. Ela conta que ele explodiu ao pedir um café no local, que não tinha a marca de chocolate que ele gostaria.

Ela, que tem três filhos de outro relacionamento, diz que perdeu a guarda dos filhos por conta de Bruno. “Custava a pegar meu filho mais novo. Nas poucas vezes, ele queria mais atenção do que meu filho de 7 anos”, relata e continua: “Comecei a ter vegonha do meu filho, você começa a abrir mão para proteger.”

De acordo com Quesia, Bruno exigia sexo constantemente, mesmo quando o pequeno estava em casa. “Sofri abuso físico, psicológico e sexual”, lamenta. Ela lembra das estatísticas de feminicídio no Brasil e fala como foi difícil perceber a situação na qual se encontrava. “O próximo vídeo poderia ser meu óbito”, diz.

Para as mulheres que estão em situação de violência doméstica, ela manda o recado:

“Deus não se esqueceu delas e a Justiça está aí também. Por mais dolorido que seja, se for necessário, que elas fujam. Em um horário oportuno peguem só o documento, procurem uma delegacia, peçam ajuda a um vizinho. É um momento que essa mulher não pode ficar sozinha, mesmo que ela tenha vergonha. Depois elas vão entender, os danos vão ficando em cada uma delas. Só agora estou vendo o dano que estava fazendo em mim. Quando vocêsai, você para para pensar em tudo que estava suportando.”

Marie Claire

Siga-nos no Instagram | Twitter | Facebook

Football news:

Mancini on Pirlo: Difficulties at first - it's normal, even if you played at the top level
Phil Neville took over Inter Beckham
Jose Mourinho: You can buy one of the best defenders in Europe for 70 million, or you can take someone who needs development
Ex-Arsenal midfielder Wilshere has signed a contract with Bournemouth
Ole Gunnar Solskjaer: Pogba played superbly against Liverpool. Manchester United manager Ole Gunnar Solskjaer commented on the performance of midfielder Paul Pogba in the match of the 19th round of the Premier League with Liverpool
To beat Real Madrid and Barca in three days is an atrocity. Athletic Director about the Spanish Super Cup
Poland coach of Bzenec left his post