Brazil

Covid-19 – Balanço de momento: 11,1 milhões de casos, 525 mil mortes e 5,9 milhões de altas, por Felipe A. P. L. Costa

Covid-19 – Balanço de momento: 11,1 milhões de casos, 525 mil mortes e 5,9 milhões de altas.

Por Felipe A. P. L. Costa [*]

Este artigo atualiza os números a respeito da pandemia da Covid-19 divulgados em artigo anterior (aqui).

Levando em conta as estatísticas obtidas na madrugada de ontem para hoje (3-4/7) [1], eis um balanço da situação mundial:

(A) Em números absolutos, os 20 países [2] mais afetados concentram agora 82% dos casos (de um total de ) e 86% das mortes (de um total de 525.209) [3]. Os números seguem a escalar, mas a um ritmo diário que varia entre 1,5% e 2% (está abaixo de 2,5% desde 8/5). Em termos globais, muitos países já passaram pelo topo da curva e estão a descer o outro lado do morro [4].

(B) Entre esses 20 países, a taxa de letalidade caiu de 5,1% para 5%. A taxa brasileira caiu de 4,3% para 4,1%. (Peru, Chile e Colômbia, os outros países da América do Sul que estão no topo da lista, têm taxas de letalidade mais baixas: 3,5%, 2,1% e 3,4%, respectivamente.)

(C) Nesses 20 países, 4,75 milhões de indivíduos receberam alta, o que corresponde a 52% dos casos. Em escala global, 5,88 milhões de indivíduos já receberam alta.

*

Notas.

[*] Para detalhes e informações sobre o livro mais recente do autor, O que é darwinismo (2019), inclusive sobre o modo de aquisição por via postal, faça contato pelo endereço [email protected]. Para conhecer outros livros e artigos, ver aqui.

[1] Vale lembrar que certos países atualizam suas estatísticas uma única vez ao longo do dia; outros atualizam duas vezes ou mais. Estou a acompanhar as estatísticas mundiais em dois painéis, Mapping 2019-nCov (Johns Hopkins University, EUA) e Worldometer: Coronavirus (Dadax, EUA).

[2] Os 20 primeiros países da lista podem ser arranjados em cinco grupos: (a) Entre 2 e  3 milhões de casos – Estados Unidos; (b) Entre 1 e 2 milhões – Brasil; (c) Entre 500 mil e 1 milhão – Rússia e Índia; (d) Entre 200 e 500 mil – Peru, Chile, Reino Unido, Espanha, México, Itália, Irã, Paquistão, França, Turquia e Arábia Saudita; e (e) Entre 100 e 200 mil – Alemanha, África do Sul, Bangladesh, Canadá e Colômbia.

[3] Os dois percentuais seguem caindo, uma indicação de que a pandemia segue ganhando força em outros lugares. Dois exemplos que ilustram bem essa dinâmica: (a) A China, o primeiro epicentro da pandemia, já saiu da lista dos 20 países mais afetados; e (b) A Austrália, que nos primeiros balanços chegou a integrar essa lista (aqui), está agora na 72ª colocação. Assim é que, embora tenham se acalmado em alguns países, as estatísticas ainda estão a escalar em vários outros. Na Europa, onde a situação parece estar mais ou menos controlada, a Suécia segue sendo o pior ou um dos piores exemplos. Nas Américas, além de EUA e Brasil, os números ainda estão a escalar em vários países. Em compensação, dois dos nossos vizinhos (Paraguai e Uruguai) seguem entre os bons exemplos – ver aqui.

[4] Para uma introdução ao estudo dos padrões de crescimento, ver as duas primeiras partes do artigo ‘Corpos, gentes, epidemias e… dívidas’ (aqui e aqui). Para detalhes sobre o comportamento da pandemia em escala mundial e nacional, ver a coletânea A pandemia e a lenta agonia de um país desgovernado.

* * *

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Football news:

Juventus are seriously Interested in Atletico midfielder Thomas
Champions League format for Atletico: Simeone's team is still an underdog, but now they have the best chance
Atletico claims the goalkeeper of the national team of Serbia and Eibar Dmitrovic, compensation – 20 million euros
The FA Cup will be held without replays in the 2020/21 season, and there will be one match in the 1/2 final of the League Cup
Ronaldo's entourage denied the option of moving to Barcelona. Cristiano is happy at Juventus
Matuidi moved to Inter Miami Beckham
Morata is one of Juve's candidates for the forward position