Brazil

Daniela Mercury é a rainha do camarote

Um dos eventos mais concorridos entre a comunidade LGBTQIA+, o Camarote da Rainha, que é sucesso em todo o Brasil, acontece no próximo domingo, a partir das 15h, no Espaço Jequitaia (antigo Arquipélago Summer Club), no bairro da Calçada.  
O  novo endereço foi um pedido da anfitriã Daniela Mercury, que conheceu o espaço e se apaixonou. Ainda no evento, o público poderá curtir os shows do Bailinho de Quinta e do Cortejo Afro.

A festa começou em Salvador em 2011 e, depois de várias edições, passou a rodar o Brasil. Nos últimos anos, passou por cidades como São Paulo, Natal e Fortaleza, sempre com ingressos esgotados. 

Esse projeto é um dos xodós de Daniela, que não escondeu o quanto está entusiasmada: “O Camarote da Rainha vai ser uma delícia. O lugar é maravilhoso, o palco é lindo, a cenografia e as imagens maravilhosas de J. Cunha nesse formato do palco com o mar atrás”. Antes da anfitriã entrar no palco, tem o Cortejo Afro e Bailinho de Quinta, com um repertório bem carnavalesco para esquentar a plateia até a entrada da Rainha. E ela disse que vai mandar ver: “Meu show terá três horas, com participação especialíssima do Ilê, que vai fazer comigo várias músicas. Eu vou cantar no Camarote da Rainha todas as músicas dançantes do disco Perfume.  Vou cantar Açucareiro pela primeira vez, vou cantar Exalou, que  só citei o refrão no Por do Som... Agora, vou cantar ela inteira e mais Pétala por Pétala, Triatro e Rainha da Balbúrdia. Confete e Serpentina, que é uma música que está crescendo muito, vai ser minha posse do Carnaval”.

Como sempre faz, Daniela preparou um show especial para deixar os fãs bastante animados. “O Camarote da Rainha é realmente uma antecipação do Carnaval, eu vou estar com meus bailarinos e minha banda completa. Vamos fazer um showzaço de Carnaval, lindo, com meu repertório mais incrível em homenagem ao trio elétrico. Eu acho que vai ser um momento de abençoar de trazer a energia e o espírito carnavalesco. Tem muita gente que não vai passar o Carnaval aqui e quem vai passar já entrar no clima”, convida Daniela.

 Artista de personalidade forte que não tem medo de se posicionar e colocar a cara a tapa, Daniela Mercury diz que o show é a arte da resistência: “Traz essa força da arte como resistência que é realmente o mote do meu  Verão, desse meu álbum Perfume e do Carnaval”.

E mais, prossegue: “Perfume é a bendição do axé. O axé me ensinou na ancestralidade dos blocos afros, a poética junto com mensagens políticas de inclusão que os compositores baianos começaram a fazer dentro dos blocos afros, por provocação dos temas dos blocos afros que eram sempre temas relacionados contra o racismo. Eles criaram  essa forma de resistir falando do orgulho  ser quem a gente é e, ao mesmo, tempo falando de assuntos de discriminação”, pontuou a artista, que também milita na causa LGBTQIA+.

Daniela faz questão de lembrar que está homenageando os 35 anos da axé music, os 70 anos do trio elétrico. Tanto que  duas canções falam do trio elétrico e, segundo ela, Triatro é homenagem ao  Carnaval de São Paulo, que faz há cinco anos e onde possui um público que vibra tanto quanto os baianos.

Serviço - Espaço Jequitaia (Av. Jequitaia, 1, Comércio). Domingo, às 15h. Ingresso: R$ 60 (pista) e R$ 140 (open bar). Vendas no portal San Folia (www.sanfolia.com/).