Brazil

Diniz exalta River, mas diz que São Paulo teve mais chances de vencer

Esportes

Técnico do São Paulo valoriza longo trabalho de Marcelo Gallardo no clube argentino, que superou inatividade de 190 dias para pontuar pela primeira vez no Morumbi em Libertadores

Fernando Diniz exaltou o longo trabalho de Marcelo Gallardo no River Plate após o empate por 2 a 2 do São Paulo com o clube argentino, no Morumbi, na noite desta quinta-feira, pela Libertadores. Segundo o técnico brasileiro, o lastro do adversário não pode ser desconsiderado, mas o Tricolor esteve mais perto de vencer.

– Achei que o time correu, se entregou. Devia ter jogado melhor e vencido o jogo, mas não faltou espírito de luta. Faltou calma nas chances que tivemos na frente, e não vacilar como vacilamos nos gols do River. É um time que em 2017 foi semifinalista, 2018 foi campeão, 2019 foi vice-campeão jogando melhor que o Flamengo, mesmo treinador há seis anos, mesma base enriquecendo o elenco, então não é algo para desconsiderar. Tínhamos que vencer, e jogamos para vencer. Não jogamos contra qualquer time, mas tivemos mais chances de vencer o jogo que o River.

– É um time que não joga há seis meses, mas tem entrosamento. É ponderar, imaginar se você prefere ficar seis meses sem jogar do que ter um time que joga junto há três anos. Qual o efeito que a falta de ritmo tem? E o entrosamento? Não podemos desmerecer o empate. Não podemos ficar contentes, mas não podemos achar que o empate é ruim porque o River está há seis meses sem jogar. Precisamos ir a Quito fazer uma grande partida para conseguirmos avançar para a segunda fase da Libertadores – emendou Diniz, já pensando na partida contra a LDU, em Quito, na terça-feira.

A LDU lidera o Grupo D com seis pontos, enquanto São Paulo e River dividem a segunda colocação com quatro pontos (vantagem do River no saldo) e o Binacional segura a lanterna com três.

Veja mais respostas de Diniz:

Demorou para mexer?
Demorei porque achei que o time estava bem, estava mais perto de ganhar do que o River. A gente não faz substituição só por fazer. Tive um pouco mais de paciência, em um momento que achei mais adequado.

+ Nem todos os aprovados receberão as quatro novas parcelas do auxílio emergencial de R$ 300

Faltou concentração?
Não sei se as perguntas que estão sendo feitas assim são por conta do empate. Se tivéssemos feito o gol com a chance clara do Boia, as perguntas seriam diferentes. O River é um time cascudo de Libertadores, mas achei que tivemos mais interesse em ganhar do que o River. É um time que tentou a todo o momento retardar o jogo, nós tivemos interesse desde o começo em ganhar. O River sabe jogar a competição. A gente precisa melhorar, acreditar mais no nosso potencial para vencer os jogos e conseguir a classificação.

Faltou velocidade?

Não acho que o maior problema do time seja falta de velocidade. Acho que temos que acreditar mais no nosso potencial. A gente praticamente remontou o time depois da pandemia, isso pesa. O River fez uma pressão alta na gente, conseguimos sair no primeiro tempo, no segundo tivemos mais dificuldades. Nós também pressionamos, eles não saíram com a bola por baixo em nenhum momento da partida, coisa que tentamos e conseguimos no primeiro tempo . Como eu disse, foi um jogo difícil, que teve um certo equilíbrio, mas vi o São Paulo com mais chances de vencer.

Falta de concentração

Não dá para reduzir um jogo de futebol a esse tipo de questionamento. O gol de empate do River saiu de um lateral do Reinaldo, onde tínhamos mais chances de um ataque do que tomar gol. Não dá para chamar isso de falta de concentração. O River fez os dois gols, teve uma jogada de bola parada do Pinola, e foi isso. Nós tivemos o lance do Boia, um chute perigoso do Igor Gomes, um do Hernanes no começo do jogo, chegamos com mais tranquilidade pelos lados, então repito. Não temos que esmorecer, temos que melhorar o que fizemos hoje para aumentar as chances de vitória em Quito.

E MAIS:

Veja também

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Jovem é picado no pênis por cobra píton enquanto estava no banheiro

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

Football news:

The reforms of Manchester United and Liverpool are reminiscent of the history of the Premier League. Then the tops got tired of social justice and wanted freedom
Thomas Muller: Bayern are confident, we are in good shape
Anton Miranchuk about the match with Bayern: we Go out to win and set the highest goals
Frankie de Jong: life in Barcelona is so pleasant that it may seem as if you are on vacation for a whole year
Donnarumma, Hauge and three members of the Milan team were infected with the coronavirus
The 37-year-old Ribery is at the top of Serie A in pressing, dribbling, speed and assists. And educates young and thinking about becoming a coach
Real Madrid want to resolve the issue of Ramos' contract as soon as possible