Brazil

Em voto duro contra Moro, Lewandowski pergunta por que delação de Palocci foi vazada perto da eleição

No julgamento do STF em que o ex-presidente Lula obteve duas vitórias - terá acesso aos documentos da Odebrecht e a delação de Palocci não poderá ser usada contra ele - o ministro Ricardo Lewandowski fez questionamentos duríssimos ao ex-juiz da Lava Jato

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, fez um voto duríssimo contra o ex-juiz da Lava Jato e ex-ministro da Justiça Sergio Moro em julgamento na tarde desta terça-feira (4) em que a defesa do ex-presidente Lula obteve duas vitórias.

Por 2 votos a 1, a Segunda Turma do STF decidiu que Lula poderá acessar todos os dados dos sistemas Drousys e MyWebDay, da Odebrecht, que interessem à defesa, e também retirou a delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci de ação contra o petista.

Em seu posicionamento, Lewandowski questionou por que Sergio Moro, como juiz federal, segurou a delação de Palocci por três meses e decidiu vazá-la uma semana antes da eleição presidencial de 2018.

Confira a íntegra do voto:

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Football news:

Vitaly Kutuzov: Atalanta signed the best deal in Serie A by signing Miranchuk
Klopp did not like the applause on the Liverpool bench after the removal of Christensen
Barcelona and Wolverhampton can agree to transfer Semedu for 30 million euros plus bonuses
Cesc Fabregas: Mane is the best player in the Premier League
Benzema played his 350th game for Real Madrid in La Liga
Atletico are in talks with Arsenal to buy out Torreira
Kulusevski scored with the sixth touch and the first shot for Juve-this is crucial in the debut victory of coach Pirlo