Brazil

Governo Bolsonaro desenha cenário de guerras na América do Sul

A América do Sul, que durante os governos de Lula e Dilma, era considerada área livre de conflitos, agora pode se transformar em cenário de guerras, sob a orientação do governo de extrema direita de Jair Bolsonaro e dos atuais comandos das forças armadas. Submisso à estratégia dos EUA, o alvo da guerra é a Venezuela

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

o247 - A nova Política Nacional de Defesa (PND), que será encaminhada ao Congresso na próxima semana aponta no sentido de desenhar um cenário de guerras na região. 

Numa atualização da diretriz preparada em 2016, o texto destaca a possibilidade de “tensões e crises” no continente, que podem levar o Brasil a mobilizar forças militares em esforços na garantia de "interesses nacionais" na Amazônia ou mesmo ajudar na solução de problemas regionais, informa o Estadão.

O trecho sobre política externa do documento avalia “possíveis desdobramentos” das crises nos países vizinhos. O principal foco de tensão se refere à Venezuela, liderada pelo governo anti-imperialista do presidente Nicolás Maduro, sucessor do falecido presidente Hugo Chávez que liderou a revolução bolivariana a partir da sua primeira vitória eleitoral em 1998. 

Em 21 páginas, a Política Nacional de Defesa traça cenários internacionais para o ambiente regional e assinala que é papel do País “aprofundar laços” no continente. Uma das novidades da nova versão do documento do Ministério da Defesa, porém, é justamente o alerta para as possibilidades de conflitos. “Não se pode desconsiderar tensões e crises no entorno estratégico, com possíveis desdobramentos para o Brasil, de modo que poderá ver-se motivado a contribuir para a solução de eventuais controvérsias ou mesmo para defender seus interesses”, diz o texto.

O documento pede, ainda, atenção especial ao Atlântico Sul, onde se concentram as reservas do pré-sal – entre o Brasil e a África Ocidental. Nesta região também houve, recentemente, derramamento de óleo por navio desconhecido que causou danos ambientais ao litoral brasileiro.

A chamada Amazônia Azul enfrenta impactos de ilícitos transnacionais, inclusive suspeitas de espionagem por navios estrangeiros. Esse trecho é voltado contra a Rússia, que teve um navio monitorado pela Marinha brasileira, sob acusação de espionagem por países da Europa e pelos Estados Unidos. 

A Lei 136 de 2010, sobre a organização das Forças Armadas, estabelece que a cada quatro anos sejam atualizados: o Livro Branco da Defesa, com informações públicas sobre como a estrutura militar do País é organizada; a Política Nacional de Defesa, com os oito objetivos do País para a área; e a Estratégia Nacional de Defesa, com as 18 diretrizes para alcance das metas.

Os documentos serão oficialmente apresentados ao Conselho de Defesa, em reunião no Palácio do Planalto, com a presença dos presidentes da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e, em seguida, enviados ao Congresso, no próximo dia 22.

A versão final foi submetida a Jair Bolsonaro, mas a participação do chefe do Executivo na redação é secundária. Por se tratar de políticas de Estado, segundo os comandos do Exército, da Marinha e da Aeronáutica, o novo documento apresenta elementos de continuidade com anteriores.  

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Football news:

Parejo and Coquelin has gone from Valencia to Villarreal
Coca: The win over Liverpool had a good impact on us. It is not easy to beat the European champion and the Premier League twice
Giovane Elber: Lewandowski is better than Messi now. Lionel is a genius, but this year Robert is unattainable
The head of the Belarusian Tribune was detained in Minsk. Max, we're with you
Karl-Heinz Rummenigge: FIFA is seriously thinking about awarding the Golden ball. I want Lewandowski to win
One Barca player among those starting the pre-season has contracted a coronavirus
Malinovsky settled in Italy: after the quarantine, he scored against Lazio and Juve, ahead of Mertens, Higuain and De Ligt in the ranking of the best players in Serie A