Brazil

Grupo evangélico vai à Parada LGBT de São Paulo espalhar o amor

Um grupo de evangélicos liderado pelo pastor Clauber Ramos ganhou destaque na Parada Gay de São Paulo que aconteceu no último domingo (03/06). Isso porque eles se juntaram para espalhar o amor durante o evento. Clauber surpreendeu a todos segurando um cartaz que dizia: “Desculpe-nos pela forma que a “igreja” trata vocês”. 

(Foto: Reprodução / Facebook)

O grupo que luta por diversas causas sociais foi às ruas da parada pela segunda vez não só para espalhar amor, mas para se posicionar sobre muitas 'opiniões' que alguns evangélicos têm disceminado por aí. Em um discurso, o pastor declarou que não se sente representado pela bancada evangélica e que esta seria uma vergonha para ele. Para ele, o amor de cristo alcança a todos sem exceção. 

Confira o relato completo que o pastor fez no Facebook sobre sua experiência na Parada Gay:

MINHA EXPERIÊNCIA NA PARADA GAY

Resolvi escrever este texto sabendo que serei incompreendido e criticado. Mas sinceramente, não estou nem aí! Sou casado, pai de duas filhas e completando 46 anos em alguns dias, não tenho mais nada a provar para ninguém.

Fui convidado por meu amigo José Barbosa Junior para junto com um grupo de cristãos de várias igrejas estar na parada gay para uma ação simples: iríamos empunhar cartazes que demostrassem o amor de Cristo por todos que estivessem ali e ao mesmo tempo mostrar a nossa discordância com os pastores midiáticos tem falado sobre o tema.

Nosso lema já dizia a que veio “Jesus cura a homofobia” e minha ação era simples, empunhar o cartaz que escolhi “Desculpe-nos pela forma que a “igreja” trata vocês” e sorrir o máximo possível (quem me conhece sabe que eu não sou tão bom nisso! Rsrsrsrs).

A reação veio rápida e prosseguiu durante todo o dia, vários sorrisos em retribuição de muita, mais muita gente, sinais de positivo, muitos abraços dados e recebidos e tantos outros chegavam a chorar quando abraçados e ouvir um simples “Jesus ama você”. Foram tanta emoção, tantas expressões de gratidão apenas por estarmos ali. Mas quem mais se emocionava era eu, pensando o quanto Deus amava todas aquelas pessoas e que entre nós cristãos e elas não há diferença alguma, somos todos iguais perante Deus e que a única regra é o amor.

Pra fechar o dia vi que uma “Drag Queem” toda paramentada me olhava com olhos lacrimejantes e visivelmente emocionada com o meu cartaz, fiz um sinal para ela se aproximar e ela abraçou a minha esposa e depois me abraçou com força, agradecendo por estarmos ali e falando o quanto ela sabia que era amada por Deus. Nunca fiz tão pouco e recebi tanta gratidão.
Resumo: Somente 15 pessoas conseguiram de forma tão simples atingir muitas, mas muitas pessoas, um dos trios elétricos chegou a parar e nos agradecer e gritar nosso lema bem alto, as entrevistas se sucederam o dia inteiro, perdi a conta, um site chegou a nos colocar como um dos destaques da parada. Várias outras mídias falaram da nossa participação de forma elogiosa.

Muitos na passeata nos aplaudiam e agradeciam de longe, ou de perto mesmo, fazendo de tudo para demostrar carinho por nossa atitude. Creio que reconheceram naquele pequeno grupo um amor infelizmente negado pela maior parte da igreja. Fiquei sonhando como seria se a Igreja expressasse o amor de Jesus de forma simples e sem preconceitos.

Foi um trabalho de formiguinha, mas que me fez acreditar que podemos sim reverter a situação atual e que o evangelho de Jesus que é simplesmente AMAR AO PRÓXIMO ainda tem espaço nesta geração. É só começar!

Football news:

Stefano Pioli: Milan doesn't want to be seventh in the table. We are trying to change the situation
Solskjaer: Manchester United is always about winning. Fearless play from a position of strength is the DNA of our club
Setien has a great relationship with Abidal. They discussed the next season
Blanc about Rabiot: Juventus must be patient because they have a huge talent in their hands
Union wants to test 22 thousand spectators for coronavirus before a match, so that the club's games will be sold out
Nani: Cristiano could never accept defeat. After living with him, I also became allergic to them
Norwich in the 5th time relegated to the championship – the most of all clubs in the Premier League