Brazil

Lençóis dispensa teste de coronavírus para turistas a partir de terça-feira (3) 

A reabertura do turismo na cidade de Lençóis, na Chapada Diamantina, região do centro-oeste da Bahia tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), dá um novo passo na próxima semana. Com a segunda fase da reabertura econômica, os turistas estão dispensados de apresentar o teste de covid-19 para entrar na cidade. A medida foi publicada em um decreto municipal, ontem (20), e começa a valer a partir da próxima terça-feira (3).

A retomada do turismo na região começou no dia 1 de setembro, com apresentação obrigatória do teste para entrar no município. À época, a medida preocupou moradores de cidades vizinhas. Por meio de nota, a prefeitura informou que “fica excluída, como condição prévia de ingresso de pessoas no Município de Lençóis, a exigência de apresentação de todo e qualquer tipo de teste para diagnóstico ou identificação de COVID-19”. 

Contudo, os visitantes precisam fazer a reserva antecipada em meios de hospedagem e casas de temporada. Até às 17h horas do dia que antecede o check-in, os turistas devem preencher um formulário pelo link: http://bit.ly/visitantespandemia, sob pena de não terem acesso à cidade. Segundo o decreto, eles também podem apresentar o comprovante de reserva ao chegar à barreira sanitária, desde que expedidos pela hospedaria. A prefeitura reforça que não serão aceitos comprovantes de canais de venda, como Booking, Expedia, Montreal ou Airbnb.  

As excursões também precisarão de liberação municipal. O grupo que quiser explorar as trilhas do Parque Nacional da Chapada Diamantina que estejam sob o limite do município, devem enviar o pedido com 10 dias de antecedência para o email reservaspandemia@gmail.com, contendo os dados da empresa, dos guias e dos participantes da viagem. Além disso, devem apresentar o roteiro e o Termo de Responsabilidade Sanitária assinado com o município. 

O guia de turismo Délio Dias, que está afastado da profissão pois se dedica agora a um projeto social, concorda com o avanço para a segunda fase da reabertura. “Acho que pelo contexto, com o governo federal liberando tudo, tem que abrir mesmo. Lençóis era o único lugar protegido, com barreira sanitária. Se os casos aumentarem, fecha de novo”, opinou o morador. Ele ainda relata que o turismo está bem controlado na região. “O turismo está bem controlado, não está o fluxo como antes, até porque a gente não espera um fluxo grande, mas, para esse novo formato, está sendo bom, com bastante procura”, completou Dias. 

Já o morador Açony Júnior, que é fotógrafo, acredita ser um pouco precipitado avançar para a segunda fase agora. “É uma situação delicada, porque com as limitações para entrar, como exigindo o teste, você acabava tendo um controle maior. Acho um pouco precipitado, principalmente agora que outros países estão fechando”, disse o fotógrafo. Nesta semana, uma segunda onda de contaminação do novo coronavírus na Europa forçou a Alemanha e França decretarem lockdown. 

Júnior ainda pondera que Lençóis é uma cidade que vive principalmente do turismo. “Existe a vontade de abrir e ao mesmo tempo o receio. Até hoje não teve nenhum óbito, mas tivemos muitos infectados. Hoje a taxa está baixa mas até que ponto está sendo feito um número considerável de testes?”, indagou o fotógrafo. 

De acordo com o último boletim epidemiológico da secretaria municipal de Lençóis, são 175 casos confirmados de covid-19, 13 casos ativos (pessoas que ainda têm sintomas), 162 curados e 4 casos suspeitos - 3 em investigação. Não houve óbitos confirmados pela doença. Ainda de acordo com o boletim, foram realizados 1.370 testes em toda a população, que tem pouco menos de 12 mil habitantes, segundo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 

Procurados através da assessoria de imprensa, os secretários e secretárias do município não puderam dar entrevista, nem o prefeito. 

*Sob orientação da chefe de reportagem Perla Ribeiro

Football news:

Fans booed the kneeling Millwall and Derby players
Guardiola on the Premier League: Everyone can win against everyone. Manchester City must do simple things better
Zidane Pro 1-0 with Sevilla: a well-Deserved win. Real Madrid have character
Guardiola has played 700 games in his career as a coach: 507 wins, 111 draws and 82 losses
De Bruyne has 14 assists in 2020. Most of all in the Premier League
19-year-old midfielder Sevikyan made his debut for Levante in La Liga. He is a pupil of Lokomotiv
Barca Director Amor: Messi gave a lot to the club, and the club gave a lot to Leo. I hope he finishes his career here