Brazil

Luis Nassif aparece em relatório do governo Bolsonaro como “detrator”

Jornal GGN – O diretor do Jornal GGN, Luis Nassif, é um dos jornalistas listados por uma planilha do governo de Jair Bolsonaro como “detratores”. São um total de 81 jornalistas e “influenciadores” listados em três grupos: os “favoráveis” ao governo, os “detratores” e os que são considerados “neutros informativos”.

O relatório, obtido por Rubens Valente, do Uol, foi produzida por uma empresa de comunicação contratada pelo governo Bolsonaro para “orientar” como o órgão deveria lidar com estes jornalistas e, entre as sugestões, estão o “monitoramento preventivo das publicações” para os “detratores”, o “envio de esclarecimentos para eventuais equívocos” para os “neutros” e “propor parceria para divulgar ações da Pasta” para os jornalistas “favoráveis” ao governo.

Do total dos 81 listados, 44 são jornalistas. Nassif aparece juntamnte com os jornalistas Rubens Valente, Vera Magalhães, Guga Chacra, Xico Sá, Flávio V. M. Costa, Luís Augusto Simon, Hildegard Angel, Cynara Menezes, Carol Pires, Claudio Dantas, Brunno Melo, Igor Natusch, George Marques, Palmério Dória e Márcia Denser.

Sobre o colunista Rubens Valente, que divulgou o relatório, a descrição é que ele “utiliza as redes de maneira informativa na maioria das vezes. Já criticou o ministro da economia em mais de uma ocasião. ‘Paulo Guedes sobre a pandemia: O que era uma maldição acabou virando uma bênção’. Porque supostamente as exportações do país aumentaram. Uma bênção. Vinte e nove mil mortos'”.

Já para o grupo de “favoráveis” ao governo Bolsonaro, do qual o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações (MCTIC) sugere parcerias, estão Rodrigo Constantino, Roger Rocha Moreira, Milton Neves, Guilherme Fiuza, Winston Ling, Camila Abdo, Tomé Abduch, entre outros.

Constantino é descrito como um jornalista que “screve o ministro Paulo Guedes como ‘economista liberal brilhante e patriota’. Liberal, o jornalista costuma destacar medidas de cunho positivo relacionadas ao ME. Na pandemia, defende que o governo e o ME estão trabalhando para a retomada econômica”. E o Ministério de Comunicação sugere que se faça “post em conjunto”, “lives” e “proposta de matéria sobre a Pasta” por Rodrigo Constantino.

Sobre a jornalista Vera Magalhães, âncora do Roda Viva, da TV Cultura, o relatório afirma que ela faz “críticas sobre o ME [Ministério da Economia] não ter conseguido detectar que foragidos da Justiça conseguiram fazer cadastro para recebimento do auxílio emergencial. Ironizou quando Luciano Hang, dono da Havan, foi apontado pela Receita por sonegação: ‘Bolsonaro ligando pro Paulo Guedes e pedindo o comando da Receita em 3, 2, 1…’ Crítica à fala do ministro Paulo Guedes sobre possível criação de um novo AI-5”.

O jornalista não menciona quais as descrições dadas pela pasta do governo Bolsonaro associadas a Luis Nassif.

Você pode fazer o Jornal GGN ser cada vez melhor.

Assine e faça parte desta caminhada para que ele se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Assine agora

Football news:

Berbatov on Bale: He will be returned to Real Madrid if he does not start to show the level that Mourinho expects
Pogba's time at Manchester United is running out again. The club did not buy a top player, but a beautiful story for social networks, Paul lost the battle for influence to Brun
Roma made an extra substitution in the Italian Cup match. The club faces a technical defeat
The Premier League is investigating the transfer of Snodgrass to West Brom. West Ham banned him from playing against them at the sale
Football has broken into Fortnite. The game will host the Pele Cup, add the uniforms of Man City, Juventus and Milan, and a legendary celebration
Shalimov about Miranchuk: Atalanta is an ideal team for him. Don't go anywhere
Agent about Wendel in Zenit: A risky deal, may not be justified