Brazil

Mais de 50 veículos blindados dos EUA cruzam fronteira do Iraque em direção à Síria, diz mídia

O objetivo do envio de reforços à Síria não foi divulgado pelas autoridades dos EUA

Sputnik - Pelo menos 55 caminhões militares dos EUA transportando tanques, equipamentos militares, de engenharia e munições partiram do Iraque rumo à província síria de Al Hasaka.

Um comboio militar americano chegou à província de Al Hasaka, no nordeste da Síria, proveniente do Iraque informou a rádio local Sham FM.

O objetivo do envio de reforços à Síria não foi divulgado pelas autoridades dos EUA.

Em 12 de fevereiro, um comboio militar americano havia se desviado de sua rota e aberto fogo contra um grupo de civis sírios que tentavam impedir o comboio de passar pelos subúrbios da cidade de Qamishli, na província síria de Al Hasaka. Como resultado do incidente, um garoto de 14 anos morreu e um homem ficou ferido.

Em 2014, os EUA enviaram tropas à Síria, sem autorização do governo local, alegando a necessidade de combater o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e demais países).

No segundo semestre de 2019, a Casa Branca anunciou a retirada das forças americanas da Síria. No entanto, a administração norte-americana reiterou que isso não significaria o fim da coalizão antiterrorista global liderada por Washington.

Com relação ao contingente militar que os EUA ainda mantêm no nordeste da Síria, o chefe do Pentágono, Mark Esper, disse no final de outubro que seu principal objetivo é impedir que o Daesh recupere o acesso ao petróleo, uma importante fonte de receita antes de 2017.

O governo da Síria, por sua vez, acusa o governo dos EUA de contrabandear petróleo sírio para financiar operações militares no país.