Brazil

Ministérios de Damares e Ernesto Araújo vetam plano do Mercosul por usar expressões como 'identidade de gênero'

O governo de Jair Bolsonaro barrou um plano de ação de direitos humanos do Mercosul devido à inclusão das expressões "crimes de ódio" contra pessoas LGBT e de citação a "identidade de gênero" no documento do projeto

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O governo de Jair Bolsonaro barrou um plano de ação de direitos humanos do Mercosul devido à inclusão das expressões "crimes de ódio" contra pessoas LGBT e de citação a "identidade de gênero" no documento do projeto.

Em reunião da Comissão Permanente LGBT, na quinta, 22, representantes do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, chefiado por Damares Alves, e do Ministério de Relações Exteriores, Ernesto Araújo, afirmaram que trecho que propunha a criação de “registro de crimes de ódio e discriminação por razões de identidade de gênero e orientação sexual” era inaceitável.

Eles se opuseram também à inclusão do termo “identidade de gênero” nos registros administrativos dos países. Procurado, o Ministério da Mulher afirmou em nota que “no tocante ao termo ‘crime de ódio’, a pasta parte do entendimento de que não há tipificação referente a tal modalidade no direito brasileiro, o que pode causar impedimentos legais de aprovação de diretrizes internacionais para registro de crimes que não são reconhecidos pelo ordenamento jurídico pátrio”.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Football news:

Ramos and Benzema out of Real Madrid's bid for the Champions League match with Inter
Griezmann on Messi: I admire Leo, and he knows it. We have a great relationship
Rooney on the possibility of a move to Barca in the 2010/11 season: Thinking about it. Could fit in perfectly
Hooray, in England they will let the audience into the stands again! While up to 4 thousand and not everywhere, but the clubs are happy 😊
Solskjaer about the match with Istanbul: these are the Champions of Turkey, it will be difficult
Gasperini on the nomination for the best coach of the year award: If we beat Liverpool, maybe I'll get a few votes
Julian Nagelsmann: Leipzig want to give PSG that final feeling they are talking about