Brazil

Não há registro de brasileiros mortos ou feridos por explosão em Beirute, diz Itamaraty

O Ministério das Relações Exteriores ainda afirmou que seguirá acompanhando a situação por meio da Embaixada do Brasil em Beirute (Líbano), que foi atingida pela explosão

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério das Relações Exteriores afirmou que “não há, até o momento, notícia de cidadãos brasileiros mortos ou gravemente feridos” pela explosão ocorrida na região portuária de Beirute, capital do Líbano, nesta terça-feira, 4. A afirmação foi divulgada em nota publicada no site do Itamaraty.

O ministério ainda afirmou que seguirá acompanhando a situação por meio da Embaixada do Brasil em Beirute, em coordenação com a Divisão de Assistência Consular (DAC) em Brasília. A embaixada do Brasil em Beirute, Líbano, foi atingida pela forte explosão que sacudiu a capital libanesa.

Segundo o jornalista Jamil Chade, colunista do UOL, mesmo distante da região portuária, local da explosão, a residência de um dos diplomatas brasileiros teve todos os vidros quebrados e está inabitável, mas nenhum funcionário teria se ferido.

Cerca de três quilômetros do porto, a residência de um dos diplomatas brasileiros, Roberto Salone, também foi alvo de sérios danos e acabou destruída. Todas as janelas explodiram e, segundo os moradores, as portas "voaram".

"Senti apenas uma enorme reverberação", disse o funcionário brasileiro em Beirute, segundo Jamil Chade. "Vamos ver onde passaremos a noite hoje", afirmou. "(A casa) está inabitável", admitiu.

A brasileira Rosaly Bouassi Raffoul, que mora em Beirute, disse à Globonews que a forte explosão ocorrida na capital do Líbano foi sentida pelos moradores como um terremoto. "O prédio balançou, os vidros quebraram, portas, cadeiras voaram. As cadeiras da sala de jantar estavam cada uma para um lado. Realmente foi muito forte, foi terrível", relatou a brasileira.

O ministro da Saúde, Hamad Hassan, disse à rede de TV Al Jazeera que o incidente deixou ao menos 50 mortos, além de cerca de 2.700 feridos. Paredes de prédios foram destruídas, janelas quebraram, carros foram virados de cabeça para baixo e destroços bloquearam várias ruas, forçando feridos a caminhar em meio à fumaça até hospitais.

Segundo testemunhas, o estampido da explosão foi ouvido até na cidade costeira de Larnaca, no Chipre, a cerca de 200 km da costa libanesa.

Ainda não se sabe ao certo o que motivou o incidente, que ocorreu na zona portuária da capital, e se outras explosões aconteceram em Beirute. Ministro do Interior do Líbano, o general aposentado Mohammed Fahmi disse ao portal árabe Al Jazeera que a substância estocada no porto de Beirute, que pode ter causado a explosão, era o nitrato de amônia, substância altamente explosiva. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Football news:

Vitaly Kutuzov: Atalanta signed the best deal in Serie A by signing Miranchuk
Klopp did not like the applause on the Liverpool bench after the removal of Christensen
Barcelona and Wolverhampton can agree to transfer Semedu for 30 million euros plus bonuses
Cesc Fabregas: Mane is the best player in the Premier League
Benzema played his 350th game for Real Madrid in La Liga
Atletico are in talks with Arsenal to buy out Torreira
Kulusevski scored with the sixth touch and the first shot for Juve-this is crucial in the debut victory of coach Pirlo