Brazil

Professores do Colégio Militar contestam plano de volta às aulas

 (crédito: Mar?lia Lima/Esp. CB/D.A Press)

(crédito: Mar?lia Lima/Esp. CB/D.A Press)

O corpo docente do Colégio Militar de Brasília (CMB) se posicionou, nesta quinta-feira (17/9), contra o plano do comando da escola para a volta às aulas na unidade. De acordo com nota do Sindicato Nacional dos Servidores Federais de Educação Básica, Profissional e Tecnológica da Seção Sindical do CMB — representante da categoria —, o plano não detalha de forma satisfatória as medidas de segurança a serem seguidas. 

A entidade também afirmou, em nota, que o protocolo adotado não prevê testagem de estudantes, docentes e servidores. Além disso, a escola estaria prevendo inserir 105 alunos em um mesmo ambiente. Por isso, a categoria entendeu que o risco de contágio seria maior.

Outra reclamação do sindicato é em relação ao o número de professores. De acordo com a nota, "o número de docentes em trabalho presencial não é suficiente para efetivar os planos de retorno dos alunos ao colégio."

O corpo docente também não concorda com a data prevista para a retomada das aulas presenciais. Segundo o calendário acordado entre os estabelecimentos particulares do DF, as séries de ensino fundamental e médio só está prevista para a segunda metade de outubro, porém o CMB teria estabelecido 21 de setembro como data de retorno. 

Esclarecimentos 

Ao procurar pela assessoria de imprensa do colégio, a reportagem foi informada de que o setor não está funcionando durante o fim de semana e, por isso, não poderia atender e responder aos questionamentos. O espaço segue aberto para manifestação da unidade. 

Veja a nota do sindicato na íntegra:

NOTA DE POSICIONAMENTO SOBRE O RETORNO PRESENCIAL  

Football news:

Rashford with 4 goals led the race of scorers of the season Champions League
Holand scored the most goals (12) in the first 10 matches in the Champions League
Pirlo about 0:2 with Barca: this match will help Juventus grow
Griezmann did not make any effective actions in 6 matches under Koeman
Ole Gunnar Solskjaer: Leipzig made Manchester United work hard. Rashford had a big impact on the game
Roberto victory over Juventus: the Best response to the unrest in Barcelona - it's a game
Ronald Koeman: Barcelona played their best match of the season against Juventus. We had a lot of chances