Brazil

Ricupero: derrota de Trump irá isolar Bolsonaro no mundo e complicar sua situação no Brasil

"Uma reviravolta muito grande nos Estados Unidos fragiliza a posição de Bolsonaro, que se torna muito precária no mundo e até no Brasil", disse o ex-ministro Rubens Ricupero sobre uma eventual vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial dos EUA

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O ex-ministro Rubens Ricupero, um dos diplomatas brasileiros mais respeitados em nível mundial, avalia que o isolamento do Brasil no mundo “será completo” caso o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não seja reeleito. "Uma reviravolta muito grande nos Estados Unidos fragiliza a posição de Bolsonaro, que se torna muito precária no mundo e até no Brasil", disse Ricupero em entrevista ao blog do jornalista Jamil Chade.  

Para o ex-ministro, uma eventual vitória do democrata Joe Biden na eleição presidencial norte-americana completaria o isolamento do Brasil, o que obrigaria o governo Jair Bolsonaro – que vem se alinhando automaticamente aos interesses internacionais do governo Trump – a reavaliar sua política externa e a reconstruir a relação com os EUA.  

“A relação é inédita, no sentido de que é pela primeira vez se tem uma relação não de estado a estado, de país a país, mas uma relação quase pessoal de governante a governante. Jamais houve antes algo comparável. É claro que esse tipo de relacionamento desaparece, se desaparecer Trump. Seria então necessário reconstruir a relação a partir do zero, uma relação de Estado”, disse Ricupero acerca das relações entre Bolsonaro e Trump. 

“O Brasil teria então que reconstruir sua relação com um governo e um partido que possuem uma agenda que não poderia ser mais negativa em relação à agenda brasileira. A agenda do Partido Democrata privilegia o aquecimento global, acordo de Paris, preservação da Amazônia, a proteção dos povos indígenas, a proteção dos direitos humanos, é contra a guerra cultural, favorece políticas de gênero, tudo o que o governo Bolsonaro detesta”, completou.  

Ricupero também observou que Biden já anunciou a convocação de “uma grande cúpula” para barrar o autoritarismo e defender os direitos humanos caso seja eleito. “Um aspecto importante, com possíveis implicações embaraçosas para o Brasil é a prioridade anunciada para convocar uma grande Cúpula em favor da Democracia, Summit for Democracy. Seria uma reunião de líderes mundiais com três objetivos principais: a luta contra a corrupção, o combate ao autoritarismo crescente e a promoção dos direitos humanos. É fácil ver como o Brasil ficaria numa agenda desse tipo”, destacou o diplomata. 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Football news:

Goodbye, Dad Buba Diop. Thanks to you, I lived the most memorable tournament of my childhood
Nuno about 2:1 with Arsenal: We played amazing, very proud. Jimenez recovered
Arsenal scored 13 points in 10 opening matches - the worst result in 39 years
West Brom can be bought by us investors. The Chinese owner of the club wants 150 million pounds
Lampard on Mourinho's words about ponies: You have Kane, Son, bale and alli. We are all fighting to win the Premier League
Mourinho on winning the Premier League: Tottenham are not in the race, because we are not a horse, but a pony
Laurent Blanc: I will return to football, but in children's. Now coaches are being asked to increase the cost of players, I don't like it