Brazil

Um dia após atos antidemocráticos, ruralistas fazem 'entrega' de cestas básicas no Palácio

“Isso é uma mentira. O que o agronegócio quer é marketing político em cima da fome que ele próprio gera. É preciso dizer que o agronegócio provoca a fome.", aponta Kelli Mafort, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST)

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Jair Bolsonaro e a primeira-dama, Michele Bolsonaro, receberam cestas básicas do movimento “Brasil Verde e Amarelo”, de produtores rurais, para o programa neste domingo (16.mai.2021).

A entrega é parte da campanha apoiada pelo Ministério da Agricultura, chamda de “Agro Fraterno”, criada após mais de um ano de pandemia e com o saldo de mais de 430 mil mortos.

Segundo um dos integrantes da comitiva, Alber Guedes, foram 4 caminhões que vieram até o Palácio da Alvorada trouxeram 50 toneladas de alimentos para doar ao governo.

Segundo reportagem do Poder360, Guedes é produtor rural de Jataí (GO) e integra o grupo que convocou a manifestação de apoio a Bolsoanro no sábado (15).

“Isso é uma mentira. O que o agronegócio quer é marketing político em cima da fome que ele próprio gera. É preciso dizer que o agronegócio provoca a fome. As 3 ou 4 culturas do agronegócio, como soja, cana de açúcar, produção de eucalipto pinus para celulose", aponta Kelli Mafort, da coordenação nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST), em entrevis ao Brasil de Fato.

“Só temos a agradecer a todos vocês por essa doação de dezenas de toneladas para os mais necessitados. O nosso governo em momento nenhum fechou nada, fechou comércio ou destruiu empregos. De modo que essas pessoas que forma desempregadas estão sendo atendidas agora por vocês mesmo num momento difícil de uma transição para a normalidade”, disse Bolsonaro em vídeo publicado no Facebook.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Football news:

Smertin recalls Euro 2004: he almost fought in the joints, defended against the young Cristiano and understood the excitement of the Bridge
Gareth Southgate: We shouldn't be football snobs. In matches with top teams, diversity is important
Leonid Slutsky: I am still sure that the Finnish national team is the outsider of our group. They were very lucky against Denmark
I'm not a racist! Arnautovic apologized for insulting the players of the national team of North Macedonia
Gary Lineker: Mbappe is a world-class star, he will replace Ronaldo, but not Messi. Leo does things that others are not capable of
The Spanish fan has been going to the matches of the national team since 1979. He came to the Euro with the famous drum (he could have lost it during the lockdown)
Ronaldo removed the sponsored Coca-Cola at a press conference. Cristiano is strongly against sugar - does not even advertise it