Portugal

Casa do Impacto tem 500 mil euros para projectos sociais e ambientais

A Casa do Impacto, um centro dinamizado pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa, abriu as candidaturas para o fundo filantrópico +Plus, destinado a apoiar ideias de negócio em fase inicial com vista ao impacto social e ambiental. Com uma verba até 500 mil euros por ano, as inscrições prolongam-se até 30 de Abril.

A ideia é financiar projectos em fase de teste (para ideias com potencial de impacto social e ambiental) e em fase precoce de desenvolvimento (para a criação de organizações sustentáveis, inovadoras e com resultados comprovados). Na vertente de teste, em que as ideias deverão ser iniciadas até um ano depois do financiamento, será atribuído um investimento máximo de 20 mil euros. No caso dos projectos em fase inicial, estes só podem ter no máximo três anos e a bolsa terá um tecto de 100 mil euros.

As candidaturas fazem-se através de um formulário online e podem concorrer pessoas individuais ou entidades de todo o mundo, desde que a ideia vá ser implementada em Portugal, sem prejuízo de internacionalização numa fase mais avançada.

Os projectos eleitos vão receber apoio durante três anos, a quais acrescem seis meses caso se verifique um atraso na conclusão. O financiamento será dado em alturas distintas, consoante as fases de execução dos projectos.

Em comunicado, Inês Sequeira, directora da Casa do Impacto, refere que as prioridades iniciais do centro passam por “criar um ecossistema de impacto e estimular a existência de novos players”. Actualmente, já lhes é possível “lançar este fundo para possibilitar a criação de mais negócios e dar escala aos que já existem”.