logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo logo
star Bookmark: Tag Tag Tag Tag Tag
Portugal

Dormir com fita-cola na boca para tratar (e prevenir) doenças respiratórias

Instagram @Andien Aisyah

Uma cantora muito popular na Indonésia publicou no seu Instagram um vídeo em que mostrava que lá em casa todos dormem com fita-cola na boca. É uma das várias técnicas do método Buteyko, uma terapia alternativa para tratar doenças respiratórias

Parece uma brincadeira nova da internet, mas não é. Há mais pessoas do que imagina a dormir com fita-cola na boca por causa de doenças respiratórias.

Andini Aisyah Hariadi, mais conhecida por Andien, é uma delas. A cantora indonésia revelou no seu Instagram que tanto ela, como o marido e o filho dormem com a boca tapada com fita-cola. Relata, inclusivamente, que o truque a ajudou a dormir e a respirar melhor.

Mas de onde vem esta prática tão peculiar?

O método Buteyko foi desenvolvido nos anos 50 pelo médico ucraniano Konstantin Pavlovich Buteyko. Trata-se de uma terapia alternativa que consiste num conjunto de práticas e exercícios com o objetivo de curar doenças respiratórias. Um dos princípios é a importância da respiração pelas vias nasais.

O ressonar pode também ser resolvido pelos métodos Buteyko, segundo os defensores desta medicina. “Respirar pela boca é um grande fator que contribui para a apneia do obstrutiva sono” afirma à BBC Patrick McKeown, fundador da International Buteyko Clinic, acrescentando que a língua é empurrada para trás pela respiração e dificulta a circulação do ar.

Contudo, o mesmo artigo da BBC contém testemunhos de alguns médicos que não concordam com este tratamento. Dizem não ser seguro tapar a boca durante o sono e que isso não vai resolver uma condição de saúde. Além disso, as pessoas só respiram pela boca durante o sono quando têm dificuldade em respirar pelo nariz.

Tapar a boca durante a noite não só não é eficaz, como pode ainda ser perigoso. Por exemplo, quando a pessoa precisar urgentemente de vomitar. Se para os adultos pode ser díficil ter que tirar a fita-cola numa situação de aflição, para as crianças o risco de asfixia aumenta exponencialmente.

A VISÃO foi tentar perceber o quão relevante é o método Buteyko na sociedade atual. Para além da existência da já referida International Buteyko Clinic a nível internacional, em Portugal, não há registos de clínicas e/ou especialistas. A única atividade que encontrámos foi uma formação em Método Buteyko que decorreu em Abril de 2017, em Vila do Conde. O curso era destinado a terapeutas da fala e médicos dentistas e foi orientado pelo também já referido Patrick McKeown.

All rights and copyright belongs to author:
Themes
ICO