Portugal
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Festival das Caminhadas de Monchique cancelado face ao elevado risco de incêndio florestal

O Festival das Caminhadas de Monchique, previsto para o fim-de-semana, foi cancelado devido à previsão de temperaturas elevadas e ao aumento do risco de incêndio florestal para o distrito de Faro.

Foto

A segunda edição do Festival de Caminhadas de Monchique estava prevista para este fim-de-semana Enric Vives-Rubio

A segunda edição do Festival de Caminhadas de Monchique, que deveria ter lugar entre esta sexta-feira e domingo, foi cancelada devido ao risco de incêndio, depois de o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA) ter anunciado perigo máximo de incêndio em 13 concelhos dos distritos de Faro, Portalegre, Castelo Branco e Santarém, nesta quarta-feira, mantendo-se elevado nos próximos dias devido à previsão de tempo quente.

Em declarações à agência Lusa, o presidente da Câmara Municipal de Monchique, Paulo Alves, explicou que o cancelamento do festival “decorre da lei, que impede a realização de quaisquer actividades em zonas florestais” aquando da existência de classificação de riscos elevado ou máximo de incêndio. “Como as caminhadas iam decorrer com diversas actividades no meio florestal, somos obrigados a cancelar a iniciativa”, sublinhou.

Organizado pela autarquia, o evento tinha prevista a participação de cerca de 500 pessoas, divididas por 20 caminhadas em rotas definidas no interior da serra algarvia, com o objectivo de “dar uma abrangência global ao concelho e permitir que as pessoas desfrutem das condições ambientais e pontos naturais que temos, potenciando o turismo de natureza”, apontava o autarca há dias.

Até segunda-feira, o IPMA prevê uma subida da temperatura, em especial da máxima, atingindo-se na generalidade do território, temperaturas máximas entre 30 e 35 graus Celsius, com valores mais elevados, na ordem de 40ºC, na Beira Baixa, vale do Tejo e interior do Alentejo.