Portugal

Jornalista que trabalhava para a Tigray TV foi morto a tiro

O corpo de Dawit Kebede Araya foi descoberto na quarta-feira de manhã no seu carro, estacionado a 100 metros da sua casa, ao lado do de um amigo, Bereket Berhe, um homem de negócios, disse um familiar do jornalista, à agência de notícias France-Presse, sob anonimato.

Este assassinato parece contradizer o regresso à normalidade em Tigray, que o Governo federal da Etiópia tem vindo a relatar, desde que conseguiu derrubar as autoridades regionais da Frente Popular de Libertação de Tigray (TPLF), no final de novembro, após um mês de combates.

O partido que deteve o poder em Adis Abeba quase três décadas, o TPLF, desafia a autoridade do Governo do primeiro-ministro Abiy Ahmed há vários meses.

Ahmed tinha gradualmente marginalizado o partido desde que se tornou primeiro-ministro do país, em 2018, na sequência de um desafio popular ao poder da minoria tigreiana (6% da população).

"Ouvimos tiros por volta das 20:00 de terça-feira, mas, devido ao recolher obrigatório, não nos atrevemos a sair para descobrir o que tinha acontecido", disse o familiar do jornalista.

Dawit e Bereket foram sepultados na quarta-feira à tarde.

Um colega de Dawit, que solicitou o anonimato por razões de segurança, disse que o jornalista chegou a estar preso durante o fim de semana, por motivos pouco claros.

Tanto o familiar como o colega de Dawit disseram acreditar que as forças de segurança do país foram responsáveis pelo assassinato do jornalista.

Dawit trabalhou para a Tigray TV antes de Abiy Ahmed - Prémio Nobel da Paz de 2019 - ter lançado uma ofensiva do Exército federal contra a TPLF, no início de novembro de 2020, mas não é claro que ainda lá estivesse empregado quando morreu.

A Tigray TV, televisão oficial das autoridades regionais do Tigray, anteriormente dirigida pela TPLF, é agora gerida pelas autoridades interinas, que estão baseadas em Adis Abeba desde a queda da liderança da TPLF.

Mulu Nega, chefe da administração interina, não respondeu a um pedido de comentários a esta situação por parte da agência noticiosa francesa.

O primeiro-ministro etíope declarou vitória em Tigray após o Exército federal ter tomado Mekele, no final de novembro, mas a liderança em fuga da TPLF diz querer continuar a lutar.

Embora o Governo etíope assegure que a situação em Tigray está a voltar ao normal, os poucos relatórios que chegam da região indicam que o conflito continua.

Os efeitos concretos do conflito no Tigray são ainda desconhecidos, mas os combates levaram dezenas de milhares de pessoas daquela região da Etiópia a procurar refúgio no Sudão.

Leia Também: Centenas de milhares de pessoas em Tigray ainda sem acesso a ajuda

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Goretzka pro 4:2 vs Borussia: Bayern deserved to win, although they did not enter the game well
Gundogan is the new Lampard. Pep's system made him the most productive midfielder in Europe
Barca midfielder Moriba: We never thought that the title race in La Liga was lost
Ignashevich about 1:2 with Chaika: Torpedo had enough chances for a confident victory
Holand escaped serious injury and will play against Sevilla
Inzaghi on 1:3 with Juventus: Lazio deserved much more
Ex-midfielder Loko Zhaloliddinov has moved to Uzbekistan's Andijan. He has 0 games in the RPL