Portugal

Maiores bancos do Brasil aderem a coligação contra mudanças climáticas

A coligação é um movimento multissetorial, composto por entidades que lideram o agronegócio no país sul-americano, as principais organizações civis da área do ambiente e clima, representantes do meio académico, associações setoriais e empresas.

"Por meio desses agentes, a iniciativa procura oportunidades e sinergias entre a agropecuária e a agenda de proteção, conservação e uso sustentável das florestas para mitigar as alterações climáticas", disseram os bancos num comunicado conjunto.

"O principal objetivo do movimento é implementar ações para promover um novo modelo de desenvolvimento económico pautado pela economia de baixo carbono e, desta maneira, responder aos desafios das mudanças climáticas e cujo objetivo é procurar avanços concretos na agenda do clima e da agropecuária no Brasil", acrescentou o mesmo documento.

No mês de julho, Bradesco, Itaú Unibanco e Santander já se tinham unido em torno de outra iniciativa relacionada com questões ambientais, a criação do Plano Amazónia, cujo objetivo é promover o desenvolvimento sustentável da região e a proteção da maior floresta tropical do planeta.

O plano divulgado pelos bancos brasileiros inclui medidas construídas a partir de três frentes de atuação identificadas como prioritárias para a região: conservação ambiental e desenvolvimento da bioeconomia, investimento em infraestrutura sustentável e garantia dos direitos básicos da população da região amazónica.

A ação dos bancos brasileiros valoriza a agenda ambiental num momento em que críticas recorrentes de agentes do mercado estrangeiros, ambientalistas e especialistas contra o Brasil reagiram à devastação da floresta amazónica e das queimadas no Pantanal.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Marcus Rashford is the pride of all England, from the Queen to Jurgen Klopp. He again fed children across the country - and received the Order
Pjanic-Habibu: Good luck, brother. Inshallah, we will win
Klopp on Rashford's charity: I hope mom is proud of him. I'm proud
Troy deeney: I was called a black asshole, and social media said it wasn't racist. Do companies even want to change this?
Miralem Pjanic: Sorry didn't trust the players at Juventus. It's a shame when people are judged incorrectly
Wenger on why he didn't mention Mourinho in the book: he Didn't want to talk about Jose, Klopp or Pepe because they are still working
The perfect project to lose money. An idea for dreamers. Tebas on the European Premier League