Portugal

Negociações de alargamento da UE serão "grande conquista" da Eslovénia

A Eslovénia, que assume a 01 de julho a sua segunda presidência do Conselho da UE, sucedendo a Portugal, vai ter de "ultrapassar alguns obstáculos e concluir algumas negociações" herdadas da presidência portuguesa, considerou Santos Silva, apontando, como exemplo, a questão do alargamento do projeto europeu.

"O mais importante destes processos é o que se refere ao alargamento. (...) Temos ainda um processo a concluir de forma a aprovar o quadro de negociações com Macedónia do Norte e Albânia e acredito que esta será uma grande conquista da presidência eslovena", indicou o ministro, que falava em Ljubljana, numa conferência de imprensa conjunta com o seu homólogo esloveno, Anze Logar.

A presidência eslovena do Conselho da UE terá também a responsabilidade de "finalizar processos que estão a decorrer a um ritmo suave", acrescentou Santos Silva, considerando que "o mais importante destes processos é a aprovação dos planos nacionais de recuperação e resiliência" (PRR).

"A nossa expectativa é que já em julho o primeiro conjunto dos planos nacionais possa ser formalmente aprovado. E, claro, a implementação destes processos tem de ser monitorizada pela presidência eslovena, em estreita cooperação com a Comissão Europeia", indicou.

Questionado sobre que balanço faz da quarta presidência portuguesa do Conselho da UE, Augusto Santos Silva apontou "alguns resultados" alcançados por Portugal nas cinco prioridades que definiu.

O chefe da diplomacia portuguesa destacou "a realização da Cimeira Social do Porto e o compromisso social que ali foi formado com as instituições europeias e com todos os parceiros sociais europeus", no âmbito da aposta numa Europa social.

Quanto à prioridade Europa digital, o ministro sublinhou a inauguração do cabo submarino 'Ellalink', que liga a Europa à América do Sul, a partir de Sines, em Portugal, até à Fortaleza, no Brasil, e que, defendeu, representa "um avanço muito importante para a digitalização da economia e sociedades".

No âmbito da Europa global, Santos Silva lembrou a reunião dos líderes da UE com a Índia, a partir do Porto, a 08 de maio, que culminou com a "decisão de continuar as negociações económicas" entre as duas regiões, e ainda o "novo ímpeto das relações transatlânticas".

Já em relação à prioridade Europa verde, o ministro destacou a aprovação, ainda hoje, da nova Lei Europeia do Clima, "a primeira lei mundial que estabelece um compromisso obrigatório em termos de ação climática para a Europa".

Augusto Santos Silva mostrou-se "confiante" de que a presidência eslovena do Conselho da UE será "muito bem-sucedida" e garantiu que Portugal será "o apoiante número um" da Eslovénia nos próximos seis meses de mandato.

Leia Também: MNE viaja hoje para a Eslovénia para preparar "transição" da presidência

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

The Premier League referees were advised not to award dubious penalties, as on Sterling in the Euro 2020 semi-final
Chelsea offered more than 100 million euros and Marcos Alonso for Lukaku. Inter refused to sell the Belgian
Shomurodov on moving to Roma: I will do everything possible to show my abilities in one of the biggest clubs in the world
Roma bought Shomurodov for 17.5 million euros from Genoa
Monaco bought the midfielder Lyon Lucas for 12 million euros
Aldridge on the new contract of Manchester United and Sulscher: Fans of Liverpool, Chelsea and City are rejoicing
Mbappe will not leave PSG this summer, but he is also not negotiating a new contract (Le Parisien)