Portugal

Novo exame de sangue deteta depressão e doença bipolar

Segundo um artigo publicado na revista Galileu, através da análise de biomarcadores RNA, o exame consegue indicar o quão grave é a depressão do doente, o risco de sofrer de depressão severa no futuro e a probabilidade de desenvolver transtorno bipolar. Mais ainda, o teste revela aqueles que são os fármacos mais eficazes para cada tipo de paciente.

O estudo, publicado no jornal científico Molecular Psychiatry (da Nature), incluiu 300 pacientes ao longo um período de quatro anos.

Inicialmente, os investigadores analisaram os doentes em estados de humor distintos - classificados como 'altos' e 'baixos' - registando as alterações dos biomarcadores na respetiva situação. 

Posteriormente, essas informações foram cruzadas com uma ampla base de dados que reúne todos as pesquisas anteriormente levadas a cabo na mesma área. Sendo que foram assim validados 26 biomarcadores em grupos (coortes) de indivíduos que sofriam de depressão severa e mania.

Adicionalmente, explica a Galileu, os biomarcadores foram testados em coortes adicionais independentes de modo a discernir o quão eficazes eram relativamente a indicar quem está doente e quem ficará doente no futuro. 

O professor Alexander B. Niculescu, coordenador estudo, disse num comunicado emitido pela Universidade de Indiana: "tal é parte do esforço para trazer a psiquiatria do século XIX para o século XXI. Para ajudá-la a ser como outras áreas contemporâneas, como a oncologia. No final, a nossa missão é salvar e melhorar vidas". 

Para Niculescu os diagnósticos atuais não são totalmente confiáveis, inclusive quando se trata de diferenciar depressão e distúrbio bipolar.

"Biomarcadores do sangue estão a despontar como ferramentas importantes em doenças para as quais depoimentos pessoais subjetivos ou um parecer clínico de um profissional de saúde não são sempre confiáveis. Esses exames de sangue podem abrir portas para a indicação precisa e personalizada de medicamentos e a monitorização objetiva da resposta ao tratamento", afirmou o professor.

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Paulo Fonseca: It was difficult to beat Manchester United 4:0. Roma scored 3 goals, but they realized almost all their chances
Maguire about 2:3 with Roma: The game was played on opposite courses, like in basketball. Allowed them to create too many chances in the second half
Unai Emery: Arsenal had the best chances to score, but Villarreal deserved to go further
Solskjaer on Manchester United's schedule: This was done by people who have never played football at this level. It is physically impossible for the players
Mikel Arteta: Arsenal were more dominant in the 2nd half, but were not good enough in the 1st
Sulscher reached the final of the European Cup for the first time as a coach. He won the Champions League final with Manchester United as a player
Arsenal did not reach any finals in a season for the first time since 2016