Portugal

O fascismo adora hipocondríacos

Os judeus eram associados à sífilis. Parte do nojo que os judeus provocavam nas outras pessoas nascia nesta fobia hipocondríaca: os mitos e medos fabricados em torno das doenças acabaram por transformar o “judeu” num sinónimo de “doença infecciosa”.

Este é um artigo exclusivo. Se é assinante clique AQUI para continuar a ler. Para aceder a todos os conteúdos exclusivos do site do Expresso também pode usar o código que está na capa da revista E do Expresso.

Caso ainda não seja assinante, veja aqui as opções e os preços. Assim terá acesso a todos os nossos artigos.