Portugal

Países do Golfo precisam de uma década para acabar com dependência do petróleo

Os países exportadores de petróleo do Golfo vão continuar extremamente dependentes da produção de hidrocarbonetos pelo menos na próxima década. A conclusão é de um estudo da agência de notação financeira Moody's, citado pela Reuters, que salienta os poucos progressos feitos na diversificação das respetivas desde o choque petrolífero de 2014-2015, quando as cotações do crude chegaram a perder mais de 60%.

A dependência do setor de energia será a “principal restrição de crédito” para os seis países que integram o Conselho de Cooperação do Golfo (GCC), refere a agência de notação em relação às economias de Omã, Emirados Árabes Unidos, Arábia Saudita, Qatar, Bahrein e Kuwait.

Se os preços do petróleo se mantiverem numa média de 55 dólares por barril, acreditamos que a produção de hidrocarbonetos continuará a ser o principal contribuinte para o PIB dos seis países , a principal fonte de receita do governo e, portanto, o principal impulsionador da robustez orçamental pelo menos na próxima década ”, disse a agência, citada pela Reuters.

O petróleo e o gás representam mais de 20% do PIB e pelo menos 50% das receitas públicas da maioria dos países do Golfo.

A Moody's nota que os planos de diversificação e lançamento de nova atividades económicas se sobrepuseram, criando concorrência entre os esatados do Conselho de Cooperação do Golfo (CCG) e limitaram as oportunidades de crescimento.

A agência admite que, apesar de uma previsível aceleração da diversificação “essa dinâmica será afetada pela reduzida disponibilidade de recursos para financiar os projetos, num contexto de baixa das cotações do petróleo e pela concorrência no interior do CCG”.

Para a Moody's, o contrato social entre os países do GCC e os cidadãos - emprego, educação e saúde gratuita em troca de aprovação política - limita a capacidade de adotar medidas de redução da despesa pública ou de aumento da carga fiscal.

Football news:

John Terry has left the coaching staff of Aston Villa
Samuel Eto'o: It was Messi who played with me, not me with him
Ronaldo arrived at the location of Juventus
Everton will compete with Arsenal and Tottenham for Correa from Lazio. He requested a transfer
Ronaldinho: I'm watching Milan, I hope they will continue to progress. I'm waiting for Monza in Serie A
Lautaro Martinez: Messi is the best player in the world. He is a model for everyone, we must learn from him
Manchester United and Real Madrid are close to an agreement on Varane. The defender will be paid 45-55 million euros