Portugal

Quatro detidos por suspeitas de tentativas de burla ligadas a apostas no Placard

Quatro homens foram detidos na segunda-feira em Torres Vedras, distrito de Lisboa, por suspeitas de tentativas de burla ligadas às apostas do jogo Placard, informou hoje a Polícia de Segurança Pública (PSP).

Em comunicado, a PSP explica que os crimes foram alegadamente praticados pelos suspeitos, com idades entre os 20 e os 23 anos, em dois estabelecimentos onde efetuaram apostas.

"Afirmando que pretendiam efetuar o pagamento através de multibanco ou por ou mbway, os suspeitos manifestaram intenção de realizar mais apostas, solicitando às funcionárias [...] que lhes facultasse os talões com o pretexto de confirmação de apostas, e deste modo conseguirem apoderar-se dos mesmos e encetarem fuga", adianta a PSP.

"Os lucros condicionados aos resultados apostados totalizavam o valor de 7.344 euros num local e de 8.568 euros no outro, cuja aposta recaía na vitória de um clube o que se veio a confirmar", é referido.

Os suspeitos foram detidos pela PSP quando se preparavam para abandonar a cidade numa viatura alugada.

Na sequência da detenção, a PSP apreendeu a viatura, seis boletins de registos de apostas e o talão com informação fiscal da Santa Casa da Misericórdia que estavam no interior do veículo.

Os detidos, com antecedentes criminais pela prática de ilícitos, ficaram com termo de identidade e residência e foram notificados para comparecer no Tribunal Judicial de Torres Vedras.

O termo de identidade e residência, a medida de coação menos gravosa, implica, além da identificação do detido e da indicação da sua residência, a obrigatoriedade de o arguido comparecer perante as autoridades sempre que notificado e de comunicar qualquer mudança de residência ou ausência por mais de cinco dias.

Um dos homens detido já tinha em execução as medidas de coação de apresentações semanais às autoridades e proibição de frequentar estabelecimentos onde se realizem apostas desportivas.