Portugal

"Um cirurgião queria colocar-me um grande parafuso nas costas"

Em dezembro de 2016, Ilkay Gündogan sofreu uma grave lesão no joelho, porém o médio alemão do Manchester City, numa entrevista ao diário britânico The Guardian, reconhece que o maior inferno viveu momentos antes do Mundial de 2014, quando se lesionou nas costas.

"Isso foi pior do que a minha lesão no joelho. Fiquei afastado por 14 meses, mas a pior parte é que ninguém sabia realmente que tipo de lesão era. Fui analisado por um cirurgião que me queria colocar um grande parafuso nas minhas costas, o que não me iria permitir nunca mais jogar futebol, pelo menos a este nível. Por isso, tive medo de nunca mais jogar e sou muito grato por ter encontrado o cirurgião certo. Claro, ainda tenho alguns problemas, mas sinto-me bem", reconheceu Gündogan, tecendo ainda rasgados elogios ao internacional português João Cancelo.

"O João é tecnicamente muito bom a manter a bola e a dar a bola ao homem certo, no espaço certo, por isso não fiquei surpreendido com a forma como ele se está a adaptar ao sistema de Guardiola. Ele é rápido e consegue rapidamente fazer a lateral toda e voltar novamente à sua posição. Portanto, posso dizer que contamos com um excelente defesa", complementou.

Leia Também: Guardiola elogia United e enumera os cinco jogadores mais perigosos

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Real Madrid put together a killing center - Modric-Casemiro-Kroos-for just 60 million euros. Even Luka Jovic was worth more
Zidane on 0:0 with Liverpool: We rode the storm and can be proud of our performance
2 Premier League clubs will play in the semi-finals of the Champions League for the 2nd time in 3 seasons
Zinedine Zidane: There are many masters at Real Madrid, but most of all I like the character of the guys
Emre Can: We played against probably the best team in the world. We can be proud of ourselves
Pep broke the curse of the Champions League: he took City to the semi-finals for the first time in five years. Only 4 players remained at the club from the last (and first) time for the club
Jurgen Klopp: Liverpool gave Real Madrid a bad feeling. We played well, but did not score