Portugal

Rafael Nadal anuncia ausência do US Open devido à covid-19

O tenista espanhol Rafael Nadal não vai defender este ano o título no US Open conquistado em 2019, por considerar que a “situação sanitária continua muito complicada”, devido à pandemia de covid-19, anunciou o número dois mundial.

O jogador maiorquino, de 34 anos, recorreu à rede social Instagram para justificar a decisão de não marcar presença naquele que será o segundo “Grand Slam” da temporada, quando habitualmente é o último, depois de Wimbledon ter sido cancelado e de Roland Garros ter sido adiado para Setembro.

“Depois de pensar muito, decidi não participar no US Open. A situação sanitária continua muito complicada por todo o mundo, com casos de covid-19 que parecem fora do controlo. Sabemos que o calendário para este final de época, depois de quatro meses sem jogar, é uma barbaridade, mas agradeço os esforços de todas as partes para que os torneios aconteçam”, escreveu o tenista, que vencer o “major” norte-americano em 2010, 2013, 2017 e 2019.

O número dois mundial acrescentou que “não queria tomar esta decisão”, mas está a seguir o seu “coração”, ficando, desde já, afastada a hipótese de poder igualar o suíço Roger Federer, quarto do ranking da ATP, em conquistas do “Grand Slam”. O helvético é o mais titulado, com 20, face aos 19 do espanhol.

O circuito masculino apenas regressará em 22 de Agosto, com a realização do Masters 1000 de Cincinnati, que serve de preparação para o US Open, a ser disputado entre 31 de Agosto e 13 de Setembro.

Football news:

Goretzka due to back problems will miss the match with Borussia in the German super Cup
Zinchenko will miss at least three weeks due to injury
Bayern want to buy Kramaric. He scored a double against Munich last week
Benfica coach on Dias' departure: We are only financially weaker than the city. He is leaving a bigger club
Milan and Ajax want to sign Atalanta defender Gemiti
Manchester United wanted to rent Chiesa. Fiorentina denied
Kuizans will sign a 4-year contract with Leeds. Bayern will be able to return the midfielder within two years