Portugal

Reino Unido deverá reintegrar Madeira no “corredor verde”

Alguns jornais britânicos anunciaram esta quinta-feira que o arquipélago vai voltar a integrar o “corredor verde” de viagens internacionais do Reino Unido, juntamente com Malta e as ilhas Baleares, depois de ter sido excluído todo o território nacional dessa lista no início do mês.

Madeira optimista daniel rocha

O vice-presidente do Governo da Madeira, Pedro Calado, afirmou haver “boas perspectivas” de que a região volte a integrar o “corredor verde” de viagens internacionais do Reino Unido, vincando que a decisão deverá ser comunicada esta quinta-feira pelo executivo britânico.

“Esta manhã tivemos contactos por parte de diversos órgãos de comunicação social do Reino Unido, em que a Madeira seria novamente reposta no ‘corredor verde'”, disse o governante, à margem de uma visita ao Centro de Vacinação do Funchal, na companhia do coordenador da task force da vacinação anticovid-19, Gouveia e Melo.

E reforçou: “Isso é o reconhecimento do trabalho que tem sido desenvolvido aqui na região, é também o reconhecimento da discriminação positiva que o governo regional tinha solicitado ao governo do Reino Unido, no sentido de olhar para a realidade específica da Região Autónoma da Madeira”.

Alguns jornais britânicos anunciaram esta quinta-feira que o arquipélago vai voltar a integrar o “corredor verde” de viagens internacionais do Reino Unido, juntamente com Malta e as ilhas Baleares, depois de ter sido excluído todo o território nacional dessa lista no início do mês.

“É uma boa notícia para a nossa região, em termos de turismo”, disse Pedro Calado, sublinhando: “O Reino Unido representa mais de 20% da totalidade dos turistas que nos visitam, é muito importante para o nosso sector hoteleiro, sobretudo neste período de retoma, e estamos a aguardar oficialmente essa confirmação”.

O governante madeirense explicou que a maioria dos voos do Reino Unido para a Madeira são directos, realçando que, por isso, não havia “qualquer motivo” para retirar a Madeira do “corredor verde”, que isenta os viajantes de quarentena no regresso a território britânico.

“Há boas perspectivas que vínhamos novamente a integrar o “corredor verde”, o que é muito positivo”, reforçou.

A Região Autónoma da Madeira ultrapassou esta quinta-feira a marca de 200 mil vacinas administradas contra a covid-19, já com mais de 87 mil pessoas com a vacinação completa e mais de 112 mil com a primeira dose, num total de 175 mil elegíveis.

As autoridades regionais mantêm a obrigatoriedade de teste PCR negativo para covid-19 à entrada nos portos e aeroportos da região autónoma para viajantes oriundos do exterior, autorizando os testes rápidos antigénico para deslocações entre ilhas – Madeira e Porto Santo.

De acordo com os dados mais recentes da Direcção Regional de Saúde, o arquipélago da Madeira, com cerca de 260 mil habitantes, regista 72 casos activos de covid-19, num total de 9600 registados desde o início da pandemia, e 72 mortos associados à doença.

Football news:

Hames Rodriguez: I do not know where I will play. My cycle at Real Madrid is over
Mkhitaryan on relations with Mourinho: What happened in Manchester remains in Manchester
FIFA and UEFA rejected the request of the Basque Country Football Federation for recognition as an independent member of organizations from Spain
Belarus will host the 2022 World Cup qualification matches at the Tsentralny Stadium in Kazan
Gerard Pique: We are waiting for Messi to sign a new contract. We want him to be with us
Shomurodov flew to Rome. Today he will undergo a medical examination for Roma
Arsenal discussed the deal for Lautaro, communicating with Inter on Bellerin. The striker is Interested in the transfer