Portugal

Rússia e Turquia prontas para uma "estreita coordenação"

Num comunicado, a diplomacia russa afirmou que Sergei Lavrov e Mevlut Cavusoglu confirmaram "a sua disponibilidade para coordenar estreitamente as ações da Rússia e da Turquia para estabilizar a situação, com o objetivo de ajudar a resolver o conflito em Nagorno-Karabakh num futuro próximo, no quadro das conversações de paz".

Os Presidentes da Rússia, Vladimir Putin, Estados Unidos, Donald Trump, e França, Emmanuel Macron, pediram hoje ao Azerbaijão e à Arménia um cessar-fogo imediato no enclave separatista de Nagorno-Karabakh, que é palco de combates desde domingo.

Esses três países são copresidentes do Grupo de Minsk da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE), que garante o cumprimento do cessar-fogo, em vigor desde 1994.

O líder azeri, Ilham Alíev, assegurou, na quarta-feira, que o atual formato de negociações não tinha dado resultados em 30 anos, que as grandes potências não tinham sido capazes de convencer a Arménia a abandonar os territórios ocupados e que os apelos para o diálogo estavam agora "fora da mesa".

As autoridades de Nagorno-Karabakh, que autoproclamaram a sua independência do Azerbaijão em 1991, opuseram-se também a uma trégua.

Em julho deste ano, os dois países envolveram-se em confrontos a uma escala mais reduzida que provocaram cerca de 20 mortos. Os combates recentes mais significativos remontam a abril de 2016, com um balanço de 110 mortos.

A Arménia, país cristão desde o século IV, registou uma história tumultuosa desde a sua independência, em 1991.

Na primavera de 2018, uma revolução pacífica levou ao poder o atual primeiro-ministro, Nikol Pashinyan, que impôs reformas destinadas a democratizar as instituições e combater a corrupção.

O Azerbaijão, um país com população de maioria muçulmana xiita e junto ao mar Cáspio, permanece desde 1993 sob o controlo de uma única família. Heydar Aliyev, um antigo general do KGB soviético, dirigiu o país com mão de ferro até outubro de 2003, cedendo o poder ao seu filho Ilham algumas semanas antes de morrer.

À semelhança de seu pai, Ilham Aliyev não permitiu o surgimento de qualquer oposição. Em 2017, designou a sua mulher Mehriban para vice-presidente do país, a primeira mulher a assumir este cargo no país do Cáucaso do sul.

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Football news:

Ronald Koeman: Maradona was the best in his time. Now the best Messi
PSG President acquitted of selling world Cup broadcast rights
Ter Stegen and Coutinho were not included in Barca's bid for the match against Alaves
Zidane on creating the super League: I've Heard about it, but I have enough worries. We can't even enjoy the wins
Zinedine Zidane: Benzema's Criticism won't hit Vinicius. I used to do it myself, and I was also scolded
Maradona on a gift for the 60th anniversary: The disappearance of the pandemic and the scudetto for Napoli
Barcelona will try to buy Eric Garcia again in January. The deal must be approved by the club's new President