Portugal

Se as eleições legislativas fossem hoje, ficava tudo quase na mesma

Sondagem da Católica para o PÚBLICO e a RTP revela pequenas variações nas intenções de voto desde as legislativas de 2019. Nem o crescimento do Chega e da Iniciativa Liberal - entretanto estabilizados - alteram a relação de forças entre a esquerda e a direita. “Geringonça” soma 51% e se agregar o PAN atinge os 54% das intenções de voto.

Se as legislativas fosse agora, pouco mudava no parlamento LUSA/MIGUEL A. LOPES

Não vale a pena acenar com crises políticas ou provocar eleições antecipadas. Se as eleições legislativas fossem hoje, podia ficar tudo praticamente na mesma como saiu das eleições legislativas de 2019, tendo em conta a sondagem do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião (Cesop) da Universidade Católica para a RTP e o PÚBLICO. As oscilações dos grandes partidos e dos que têm participado no arco da governação são mínimas e nem mesmo o crescimento exponencial do Chega e da Iniciativa Liberal mudariam a relação de forças entre a esquerda e a direita.

Email marketing por

E-goi

Football news:

Scotland coach Clarke: There were a lot of good moments during the group stage, but no points scored
England are the most boring group winners in history. Two goals were enough! And at the World Cup, the Italians once became the first even with one
Dalic - to the fans after reaching the Euro playoffs: You are our strength, and we will be your pride
Modric became the youngest and oldest goalscorer in Croatia at the Euro
Czech Republic coach Shilgava: We came out of the group and fought with England for the first place. We got what we wanted
Gareth Southgate: England wanted to win the group and continue to play at Wembley-and it succeeded
Luka Modric: When Croatia plays like this, we are dangerous for everyone