Sao Tome
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

30 dias de busca de petróleo no poço Jaca, ainda sem informação relevante

Foi no dia 25 de Abril de 2022, que as empresas Shell e Galp começaram a perfurar o bloco de petróleo número 6 da zona económica exclusiva de São Tomé e Príncipe. Designado poço “Jaca”, é o primeiro a ser perfurado nas águas territoriais nacionais.

Fausto Vera Cruz director técnico da Agência Nacional de Petróleo, disse ao Téla Nón que 30 dias após o início da perfuração ainda não há qualquer informação relevante.

«A Agência Nacional de Petróleo enquanto órgão regulador está a acompanhar as actividades, tem lá um representante seu. Diariamente temos acesso ao relatório que produzem….É claro que está no início, ainda não chegaram aos horizontes que estão definidos, por isso ainda não temos informações muito relevantes», precisou o director técnico da Agência Nacional de Petróleo.

Segundo Fausto Vera Cruz, as empresas parceiras da Agêncvia Nacional de Petróleo, nomeadamente a Shell e a Galp entraram no projecto de prospecção de petróleo no bloco 6, com base nos estudos sísmicos e outros dados que foram recolhidos ao longo dos anos.

Dados que indicam grande probabilidade de existência de hidrocarbonetos no poço Jaca.

Prossegue o processo de perfuração do bloco localizado em águas ultraprofundas, cerca de 2 quilómetros de profundidade. O Director Técnico da Agência Nacional de Petróleo confessou que a expectativa é grande no seio de toda a sociedade são-tomense.

Abel Veiga