Sao Tome
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Abertura de negociações provocaram a suspensão dos pré-avisos de greves

Os serviços de registos e notariado ameaçaram paralisar todas as actividades no passado dia 28 de novembro. Juari Pires dos Santos, líder sindical dos trabalhadores dos registos e notariado disse ao Téla Nón que as negociações com a ministra da Justiça e dos Direitos Humanos, evitou a convocação da greve geral.

O corte no valor dos subsídios é a principal reivindicação dos funcionários. Segundo Juari Pires dos Santos, a direcção dos registos e notariado terá cortado o valor dos subsídios em 65%. «Já fizemos um levantamento da situação dos subsídios e vamos submeter o relatório à Ministra da Justiça. As negociações avançam», afirmou o líder sindical.

Os 5 sindicatos que representam todas as categorias profissionais do sector da saúde tinham marcado para 3 de maio o início de uma greve geral e por tempo indeterminado, caso o governo não satisfizesse um conjunto de 7 reivindicações relacionadas com a melhoria das condições de trabalho.

Benvinda Vera Cruz, líder do sindicato dos médicos revelou que o pré-aviso de greve não avançou porque o prazo para negociar continua ainda em vigor. Prometeu prosseguir o diálogo com o Ministério da Saúde até que as reivindicações sejam atendidas, mesmo que não seja a 100%.

O Instituto de Obras Públicas e Urbanismo, é a única instituição do Estado que se mantém em greve por tempo indeterminado. Os trabalhadores reclamam pela materialização do acordo de regime especial assinado com o governo nos finais de 2022.

Abel Veiga