Sao Tome
This article was added by the user . TheWorldNews is not responsible for the content of the platform.

Vítimas das enxurradas no Príncipe recebem apoio da Fundação Pinto da Costa

30 famílias da região autónoma do Príncipe, que foram mais afectadas pelas chuvas torrenciais e inundações na semana passada, estão a receber ajuda da Fundação Manuel Pinto da Costa.

O apoio solidário avaliado em cerca de 200 euros por cada agregado familiar, contribuiu também para as famílias beneficiárias organizarem a festa do dia internacional das crianças, 1 de Junho.

«Fiz questão que isso fosse feito no dia um para que essas famílias tivessem oportunidade de festejar com as crianças», afirmou Manuel Pinto da Costa o patrono da Fundação.

A ajuda solidária está a ser distribuída pelo governo da Região Autónoma do Príncipe.
Manuel Pinto da Costa, ex-Presidente da República explicou que a ajuda não é em dinheiro, mas sim em produtos.

«A Fundação vai dar apoio às famílias. Um gesto de solidariedade. Esse gesto tem o objectivo de chamar a atenção da nossa população, de que o sentimento de solidariedade está a desparecer na nossa sociedade», declarou Pinto da Costa.

O Presidente da Fundação considera que é preciso agir para mudar a situação. O espírito de irmandade tem que ser recuperado.

Manuel Pinto da Costa – Presidente da Fundação

«Voltar a fazer com que sintamos felizes, quando temos oportunidade de fazer os outros felizes…quando temos oportunidade de ajudar os outros a superarem as suas dificuldades», reforçou.

Para Pinto da Costa, STP(São Tomé e Príncipe), significa uma só família. «Como se diz, “Somos Todos Primos” , temos que agir como se pertencemos todos a mesma família. O sentimento de ódio, é um sentimento de gente inferior. Só gente inferior é que odeia. Odiar é mais para complicar do que para resolver. Eu nunca odeio ninguém…», pontuou.

Desde que ocorreu a tempestade tropical na ilha de São Tomé em Dezembro de 2021, que a Fundação Manuel Pinto da Costa, começou a angariar ajudas para atender as populações mais afectadas pela intempérie.

Segundo Pinto da Costa po apoio chegou ao país, exactamente na altura em que ocorre mais uma tempestade desta vez no mês de Maio de 2022 e na ilha do Príncipe.

Fundação Manuel Pinto da Costa apela ao renascimento do sentimento solidário entre os são-tomenses.

Abel Veiga