Paraguay

Bolsonaro diz não querer repetir com vacina escândalos com verba para respirador

“Já tivemos alguns escândalos com a verba para respirador. Não podemos ter escândalo com a vacina. Nós estamos atrás da vacina brasileira, com muita tranquilidade e responsabilidade”, disse o presidente

© null

FOLHAPRESS


“Já tivemos alguns escândalos com a verba para respirador. Não podemos ter escândalo com a vacina. Nós estamos atrás da vacina brasileira, com muita tranquilidade e responsabilidade.”, disse o presidente

Não é de uma hora para a outra, ‘ah, tal dia vai ter a vacinação'”, disse a funcionários de uma peixaria que visitou na feira permanente do Cruzeiro, no Distrito Federal, uma das paradas que fez em seu passeio de moto ao lado dos ministros da Secretaria de Governo, general Luiz Eduardo Ramos, e da Casa Civil, Walter Braga Neto.

Rodrigues foi flagrado, durante operação da PF, dinheiro na cueca. Após repercussão do episódio, ele pediu afastamento temporário do mandato.


Bolsonaro voltou a falar da obrigatoriedade da vacina para o novo coronavírus.


“Esse negócio da vacina, de quererem empurrar goela abaixo de vocês?”, perguntou o presidente, ouvindo como resposta da vendedora que ela não tinha coragem de tomar o imunizante.


Na quarta-feira (21), Bolsonaro esvaziou um acordo anunciado na véspera por seu ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, para compra de 46 milhões de doses da vacina Coronavac, em desenvolvimento pela chinesa Sinovac com o Instituto do Butantan, ligado ao governo paulista.


Em alguns momentos de seu passeio, Bolsonaro fez críticas à imprensa e se recusou a responder a perguntas de jornalistas, que foram mantidos longe do presidente pelos seguranças.


“Tem que tomar cuidado, mas sem pânico. Agradecemos à imprensa este pânico”, disse Bolsonaro.


A vendedora concordou com o presidente e disse que o povo é “zumbi da imprensa”.


Na conversa com a mulher, Bolsonaro disse que “vamos ter que conviver com o vírus a vida toda”.


“Tem que ter responsabilidade sem covardia. Ok, imprensa? Sem covardia.”


O presidente fez todo o passeio deste domingo sem máscara e provocou aglomeração de pessoas de diversas idades, inclusive idosos, grupo mais vulnerável à Covid-19.


Durante a maior parte do tempo, o presidente ouviu palavras de apoio. Mas, ao deixar o mercado, ouviu gritos de “fora, Bolsonaro!”.

Football news:

Juventus for the first time in the 123-year history of the club played without the Italians in defense and goal
Koeman on 4:0 with Dynamo Kyiv: Today was the Barcelona we want to see
Holand continues to insist that he is a monster. Fastest in the history of the Champions League scored 15 goals (and added 16)
Koeman on the victory over Dynamo Kyiv: We achieved our goal-we reached the playoffs
Solskjaer on 4:1 with Istanbul: Manchester United played intensely, enjoyed the match. We want to be 1st in the group
Forward Ferencvaros Troll Cristiano: celebrated a goal in his style. Ronaldo responded with a goal and a very angry look
Morata scored 5 goals in 4 games in the Champions League for Juve. His best result is 5 in 12 games in the 2014-15 season